BIOMONITORAMENTO DAS ÁGUAS DOS RIOS GOIANA E MEGAÓ UTILIZANDO AS VARIÁVEIS FÍSICAS, QUÍMICAS E BACTERIOLÓGICAS

Wellen Laís de Souza Gomes

DOI: 10.46898/home.9786584897212.1

Sinopse

A Reserva Extrativista Acaú-Goiana possui grande importância para diversas atividades industriais, pecuária, agricultura de subsistência e monocultura da cana-de-açúcar, entre outras. Este trabalho teve como objetivo verificar a qualidade das águas desses rios por meio de variáveis físicas, químicas e bacteriológicas. Foram realizadas coletas de água em cinco pontos (P0-P4) estratégicos dessa unidade de conservação sustentável entre 2017 e 2018. Foram analisados 13 parâmetros físico-químicos, segundo a metodologia da 21ª Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater. Após as análises, foi realizado um estudo comparativo, correlacionando os resultados laboratoriais obtidos aos limites máximos estabelecidos para os corpos hídricos classe II pela Resolução CONAMA 357, de 2005, assim como nas
portarias do Ministério da Saúde.

Data de publicação: 

1 de novembro de 2022 02:14:04