PSICOLOGIA ESCOLAR E EDUCACIONAL: COMPROMISSOS E PERSPECTIVAS

Luizelia Melo de Souza

DOI: 10.46898/home.2022.trab.acad-03

Sinopse

Entendemos educação como prática social humanizadora, intencional, cuja finalidade é transmitir a cultura construída historicamente pela humanidade. O homem não nasce humanizado, mas torna-se humano por seu pertencimento ao mundo histórico-social e pela incorporação desse mundo em sí mesmo, processo este para o qual concorre a educação. A historicidade e a sociabilidade são constitutivas do ser humano; a educação é, nesse processo, determinada e determinante. O presente texto compõe-se de uma discussão inicial sobre alguns pressupostos do estatuto da Psicologia Escolar e Educacional, uma breve história das relações entre psicologia e educação no Brasil e um ensaio sobre os compromissos e as perspectivas colocadas para a construção de uma Psicologia Escolar e Educacional comprometida socialmente com os interesses da maioria da população. A pesquisa é de caráter bibliográfico, lugar em que os temas explorados se concretizaram por meio de consultas em referências bibliográficas. Como resultados, a análise das informações confirma a tese de que, o momento é de criar espaços de reflexões com todos os grupos que fazem parte da escola, famílias e aluno, professores, pedagogos, funcionários e comunidade, considerando a realidade escolar como um todo.

Data de publicação: 

25 de junho de 2022 15:59:55