SOBRE A VIOLÊNCIA DA COLONIZAÇÃO EM FRANTZ FANON: A DESCOLONIZAÇÃO DA MENTE COMO DISPOSITIVO PARA A SOBREVIVÊNCIA NEGRA

Izabel de Maria dos Santos Carneiro

ISBN: 978-65-84897-12-0
DOI: 10.46898/home.9786584897120

Sinopse

Em “Sobre A Violência Da Colonização Em Frantz Fanon: A descolonização da mente como dispositivo para a sobrevivência negra”, a filósofa brasileira Izabel de Maria dos Santos Carneiro (1997–), discute o processo de colonização dos povos africanos, marcados, sobretudo, pela violência e pela alienação por parte dos europeus, a partir das obras “Pele Negra, Máscaras Brancas” (1952) e “Os Condenados Da Terra” (1961), ambas de autoria do psiquiatra e filósofo Franz Omar Fanon (1925-1961), mais conhecido como Franz Fanon, natural da Ilha Martinica, nas Antilhas francesas, bem como, expõe as heranças da violência colonizadora na sociedade contemporânea, analisando crítica e precisamente as mazelas e desigualdades sociais da atualidade, buscando soluções a luz dos escritos fanonianos.

Data de publicação: 

17 de agosto de 2022 15:17:36