top of page

IMPACTO HUMANO EM ÁREAS PROTEGIDAS: O PAPEL DO ECOTURISMO NOS ESFORÇOS DE CONSERVAÇÃO

Temas de Ciências Sociais Aplicadas

Reinaldo Dias

DOI: 10.46898/home.

3435d84d-b008-425b-a1cb-2c5480b7c2b7

Sinopse

Este artigo explora o impacto da atividade humana em áreas protegidas, particularmente enfocando o papel do ecoturismo nos esforços de conservação. Inicialmente, a pesquisa delineia a relação entre ecoturismo e áreas protegidas, indicando os aspectos positivos e negativos dessa interação. Por meio de revisão sistemática e análise de dados secundários, o estudo avalia criticamente as evidências empíricas sobre os impactos do ecoturismo nesses ambientes.
Baseando-se em perspectivas globais e estudos de caso, o artigo fornece uma análise aprofundada de como o ecoturismo contribui para os esforços de conservação. Discute-se como, quando bem gerido, o ecoturismo pode promover a gestão ambiental, fornecer uma fonte sustentável de renda para as comunidades locais e auxiliar na proteção da biodiversidade. Por outro lado, também examina os impactos negativos, como a perturbação do habitat e o aumento da poluição.
A pesquisa conclui com uma discussão sobre as descobertas, alinhando-as com a literatura existente e respondendo às questões de pesquisa propostas. Ressalta a importância de práticas sustentáveis e responsáveis no ecoturismo, afirmando seu potencial em auxiliar a conservação, ao mesmo tempo em que alerta contra o turismo não regulamentado que pode levar a uma maior degradação das áreas protegidas. O artigo termina propondo futuras direções de pesquisa e recomendações de políticas que visam alcançar um equilíbrio sustentável entre o turismo, as necessidades econômicas das comunidades locais e a conservação ambiental.

Data de submissão:

30 de junho de 2023 17:24:31

Data de publicação:

12 de dezembro de 2023 23:40:27

Gostou? Comente!
Mit 0 von 5 Sternen bewertet.
Noch keine Ratings

Adicionar avaliação
Deine Meinung teilenJetzt den ersten Kommentar verfassen.
bottom of page