top of page

NEUROEDUCAÇÃO COMO FACILITADOR DO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR

Temas de Ciências da Educação


Alessandro Lubiana
Aldo Rodolfo de Melo Silva
Euripedes Claiton Rodrigues Campos
Edney Costa Souza

DOI: 10.46898/home.

c8975702-66d0-4d87-a03f-d6042631b7ca

Sinopse

O projeto de pesquisa surge diante da necessidade dos professores lecionarem de forma mais assertiva para os alunos no século XXI, com tantas distrações às mãos, como o celular que tiramos do bolso em média 200 vezes por dia, entende-se a necessidade de se reinventar no quesito metodologia. O presente artigo explana-se ferramentas e estratégias de neuroeducação, baseadas em neurociência que podem aumentar o repertório de técnicas e ferramentas para minimizar, ou anular o desinteresse por parte dos alunos, contribuindo e facilitando o processo ensino-aprendizagem. A pesquisa sendo de forma qualitativa, foi realizada a partir da análise de livros e artigos científicos publicados na base Google Acadêmico. Podendo concluir que a neuroeducação é de fato mais assertiva pois ela respeita a forma com o cérebro aprende, sendo mais eficiente e tornando-se indispensável nos dias de hoje.

Data de submissão:

27 de agosto de 2023 20:49:02

Data de publicação:

12 de dezembro de 2023 23:40:27

Gostou? Comente!
Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Não foi possível carregar comentários
Parece que houve um problema técnico. Tente reconectar ou atualizar a página.
bottom of page