top of page

É VOCÊ QUE AMA O PASSADO E QUE NÃO VÊ QUE UM SERTÃO NOVO SEMPPRE VEM: Influência Euclidiana Substancia Narrativa de "Onde nascem os fortes"

Trabalho em Anais

AURORA ALMEIDA DE MIRANDA LEÃO

DOI: 10.46898/home.

29c1243d-87b9-4430-82f7-1712c2952d85

Sinopse

O artigo analisa a “Onde nascem os fortes” (TV Globo, 2018), de autoria de George Moura e Sérgio Goldenberg, direção de fotografia de Walter Carvalho e direção artística de José Luiz Villamarim. Ambientada no interior nordestino, a obra tem intertextualidades com discursos anteriores sobre o Nordeste, potencializando um subtexto de ascendência no livro seminal de Euclides da Cunha, “Os sertões” (1902). Corroborando com essa interpretação, o escritor George Moura (2018) descreve o universo conceitual da teleficção como "Um retrato do sertão contemporâneo. Ainda temos a questão da seca, as diferenças sociais. É um reflexo dos problemas atuais". Assim, a fictícia cidade de Sertão funciona como uma diminuta sucursal da Nação, na qual há uma vastidão ininterrupta de problemas, bastante conhecidos da urbanidade, a se suceder com persistente vigor: desvios de verbas, desmandos, corrupção, traições de todo tipo, preconceitos, opressão, injúrias, abusos sexuais, condutas abjetas da classe política, e descalabros éticos e morais refletindo o que acontece nos focos do poder central e diariamente fornece material ao jornalismo. Guia-nos a pergunta "Como a narrativa revela ascendência na obra seminal de Euclides da Cunha e como o roteiro remete a filmes emblemáticos do Cinema Novo?", objetivando flagrar como a inspiração na obra literária do início do século XX alcança a teledramaturgia no século XXI, como ratifica percepções arraigadas no imaginário nacional sobre a região nordestina e como atualiza pautas como colonialismo, machismo, opressão e violência simbólica. Para isso, opta-se por metodologia híbrida, unindo MACIEL (2017), MOTTA (2013) e SILVA (2012).

Data de submissão:

14 de março de 2023 23:25:36

Data de publicação:

4 de junho de 2023 16:15:44

Gostou? Comente!

Partagez vos idéesSoyez le premier à rédiger un commentaire.
bottom of page